sábado, 16 de fevereiro de 2013

Blefaroplastia

O que é a cirurgia plástica blefaroplastia? Os nossos olhos são o elemento mais expressivo da nossa cara, e, é claro, as pálpebras fazem parte deste recurso. Porém, os olhos são uma das primeiras coisas a mostrar sinais de idade na face, à medida que surge a flacidez aparecem peles em torno das pálpebras superior e inferior.


A Blefaroplastia ou cirurgia das pálpebras, é um procedimento cirúrgico que remove o excesso de pele nas pálpebras superiores e nos“papos”sob os olhos (pálpebras inferiores). Se o objectivo do paciente é melhorar a aparência, a sua visão, ou ambos, esta cirurgia reconstrutiva produz geralmente efeitos muito satisfatórios, dando-lhe um olhar mais descansado e juvenil. A blefaroplastia pode ser realizada apenas numa pálpebra ou em ambas.


Por vezes, a blefaroplastia pode ser acompanhada por um procedimento conhecido por elevação da testa.


Técnicas e tipos de blefaroplastia


Existem dois tipos de blefaroplastia: transconjuntival (que envolve uma incisão por dentro da pálpebra) e transcutânea (com uma incisão que atravessa a pele exterior).


• A blefaroplastia transconjuntival é mais utilizada para remover tecido adiposo que forma os papos da parte de baixo do olho. Neste procedimento, a pele não é removida. Assim, o cirurgião afasta a pálpebra inferior do globo ocular, faz uma incisão por dentro da pálpebra com um bisturi ou laser, e remove ou reorganiza a gordura. A incisão pode depois ser fechada com uma ou mais suturas dissolúveis, embora nem sempre seja necessário. De um modo geral, a blefaroplastia de tipotransconjuntival funciona bem em pessoas com pele mais espessa, mais elástica – que, regra geral,se encontra em pessoas mais jovens.


• Na blefaroplastia transcutânea, o cirurgião corta as pálpebras do lado de fora, geralmente nas dobras das pálpebras superiores e debaixo das pestanas, pálpebras inferiores, onde as cicatrizes serão menos visiveis. Quando a flacidez e/ou queda é significativa, as incisões podem estender-se para os têmporas, onde seriam camufladas pelos chamados “pés de galinha”. Depois, o cirurgião separa a pele do músculo e do tecido adiposo, removendo o excesso de gordura e cortando a pele flácida e músculo. Ao contrário da blefaroplastia transconjuntival, a do tipo transcutâneo requer suturas para cobrir a incisão.


Alguns médicos de cirurgia reconstrutiva preferem a blefaroplastia transconjuntival porque este é um procedimento menos invasivo e que sara mais rápidodo que a abordagem transcutânea. Também permite ao cirurgião inspeccionar o resultado do procedimento, fazendo retornar as pálpebras para a posição normal e fazendo depois os ajustes necessários. Embora a blefaroplastia transconjuntival em si não remova o excesso de pele, ele pode ser combinado com excisões de pele para o conseguir.


Os cirurgiões podem realizar a blefaroplastia de ambos os tipos, com laser ou com bisturi. A blefaroplastia a laser oferece os benefícios de incisões menores e cauterização dos vasos sanguíneos, o que reduz a hemorragia durante o procedimento. A cirurgia dura entre uma e três horas, e pode ser realizada sob anestesia local ou geral.


Candidatos


Os melhores candidatos são pessoas em boa forma física e psicologicamente estáveis, mas que estejam insatisfeitos com a forma e disposição das suas pálpebras. Tanto homens como mulheres são candidatos adequados para o procedimento, e também não há limitações raciais ou étnicas para a realização da cirurgia. A maioria dos pacientes têm mais de 35 anos, mas como o problema de pálpebras caídas é hereditário, pode considerar-se a blefaroplastia mais jovem.


Por outro lado, por vezes, mesmo que tenha as pálpebras caídas ou inchadas, um paciente pode apresentar problemas que excluem a hipótese de se realizar a cirurgia. Estas condições incluem: problemas de tiróide, olhos secos, doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes e outras.


Riscos e Complicações da blefaroplastia


Como qualquer cirurgia, a blefaroplastia traz alguns riscos, como as infecções ou reacções à anestesia. Outros possíveis riscos específicos para esta cirurgia são:


• Dormência temporáriada pele da pálpebra;
• Olhos secos e irritados;
• Alterações temporárias na visão (ex: visão dupla);
• Funçãoda pálpebra prejudicada;
• Cicatrizes;
• Lesão nos músculos dos olhos;
• Risco pequeno de cegueira devido a sangramento atrás do olho;


Deverá conversar com o seu médico sobre como estes riscos se aplicam ao seu caso. Compreender o que está envolvido na blefaroplastia e pesar correctamente os seus benefícios e riscos podem ajudá-lo a decidir se este procedimento é uma boa opção.


Pré-Operatório da blefaroplastia


Na consulta de pré-operatório, o seu médico deverá dar-lhe algumas indicações. vai lhe dar várias prescrições. Uma indicação será para a toma de Vallium – poderá tomar um comprimido na noite antes da cirurgia se sentir dificuldade em dormir. Em princípio, também serão receitados analgésicos.


No dia da operação, deverá usar roupa larga e confortável, e é importante que tenha alguém que o possa levar até ao local onde terá lugar o procedimento, e que depois o leve de volta a casa. Deverá abster-se de tomar aspirinas no mínimo uma semana antes do procedimento. Duas indicações adicionais devem ser feitas no que respeita a lentes de contacto e maquilhagem: não devem ser utilizados no dia da cirurgia.


Pós-Operatório da blefaroplastia e recuperação


Poderá usar gelo para a compressão para reduzir o inchaço e hematomas e tomar analgésicos para acalmar as dores. O paciente deverá ainda evitar a prática de desporto e actividades que possam aumentar a pressão arterial ou a frequênciade pulso, para evitar sangramento. Deverá ainda evitar expor a área operada ao sol, utilizar maquilhagem, usar lentes de contacto ou ler durante alguns dias. Deverá consultar o seu médico se ocorrer dor, inchaço ou sangramento anómalo, ou se notar qualquer problema de visão.


Fotos Antes e Depois da Blefaroplastia


Preço da blefaroplastia. Quanto custa?


Blefaroplastia inferior: entre 750 e 2000 euros.
Blefaroplastia superior: entre 750 e 1500 euros.


Clínicas Onde Fazer blefaroplastia em Portugal


(Lisboa) Clinica M6: http://www.clinica-m6.com/
(Lisboa) iCare:http://www.icare.pt
( Lisboa) MyMoment: www.mymoment.pt/
(Lisboa) Clinica Atalanta: http://www.atlanta.com.pt
(Porto) Centro de Cirurgia Plástica Jaime Rocha: http://www.cirurgiaplastica.com.pt/
(Lisboa, Porto, Faro, Coimbra, Açores e Madeira) Clínica Dr. Tallon: http://www.clinicadrtallon.com
(Aveiro, Braga, Coimbra, Lisboa, Porto) Corporacion Dermoestetica: http://www.corporaciondermoestetica.com/pt

Sem comentários: