sábado, 16 de fevereiro de 2013

Aromaterapia – O poder dos óleos essenciais

Aromaterapia – O poder dos óleos essenciais


Aromaterapia é a palavra em voga junto do consumidor do século XXI. Qualquer investigação sobre a história dos óleos essenciais faz aparecer desde logo o nome do farmacêutico francês René-Maurice Gattefosse, doutorado que redescobriu o poder dos óleos essenciais por mero acaso. Nos anos 20 do século passado, sofreu queimaduras do terceiro grau num acidente no laboratório. Mergulhou o braço queimado numa tina de óleo de alfazema, pensando tratar-se de água, e descobriu que a sensação de queimadura tinha parado passados momentos.


Como resultado, analisou muitos outros óleos essenciais e, em 1937, publicou um livro onde documentou as suas descobertas, que se mantém como um clássico da matéria até aos nossos dias. A história da aromaterapia remonta a épocas ainda mais antigas. Durante milénios, as pessoas têm vindo a usar os óleos essenciais para se tratarem e se manterem holisticamente bem, tanto física como psicologicamente.


A aromaterapia pode ser datada desde há mais de 5.000 anos nos antigos egípcios, que usavam plantas aromáticas na medicina, nos cosméticos, nos cuidados da pele e até na mumificação! Hipócrates combateu a peste em Atenas através da fumigação de essências aromáticas. Nas civilizações antigas, os óleos eram tidos em tão grande consideração que o seu valor equivalia ao do ouro.


Os óleos essenciais de primeira qualidade trabalham no corpo mediante o reconhecimento celular. O corpo reage e sabe como usar os óleos essenciais para se equilibrar, proteger, revigorar, relaxar, renovar e regular. A forma mais rápida de o corpo absorver os óleos é através da inalação, logo seguida da aplicação nos pés e orelhas. Os óleos essenciais aguentam-se 20 minutos no corpo e a sua aplicação e inalação é do que trata, afinal, a aromoterapia.


Os óleos de transporte mais comummente usados são grainhas de uva, amêndoas doces, açafrão, soja, girassol e sésamo. Este último é usado na medicina ayurvédica para limpar toxinas do corpo através das massagens. Para beneficiar das propriedades de cura de um óleo, é preciso introduzi-lo no corpo, quer através da pele, mediante massagens, quer usando os óleos no banho, ou mesmo inalando-os que é para o que servem os inaladores e os queimadores de óleo.


O de tangerina serve perfeitamente para acalmar uma criança irrequieta e o óleo de Melissa ajuda a afastar as insónias. O de rosa é conhecido como o rei dos óleos. Diz-se que abre o chakra do coração e volta a juntar o amor humano, é um catalisador de disposições. Também serve para regular o ciclo menstrual das jovens adolescentes, fortalece o estômago para fazer face às preocupações e é óptimo para ajudar a manter em boas condições todos os tipos de pele. O de eucalipto é recomendado para problemas respiratórios, como a asma e a bronquite. O de mirra funciona como anti-inflamatório para o tracto brônquico.


O bálsamo de limão é excelente para tratar os estados de choque e foi em tempos conhecido como «o elixir de vida». Chegou mesmo a ser usado como sedativo pelo Vaticano! A fusão da aromoterapia com os cuidados pessoais tem como resultado linhas de produtos que são não só bons para a pele, mas também bons para os sentidos. O Spa Floresta oferece quatro rituais de massagens Aromasol que reflectem as velhas tradições das culturas do Oriente, do Mediterrâneo, da Índia e da Arábia para proporcionar uma pele renovada, nutrida e resplandecente.


A massagem de óleo Aromasol oriental inspira-se no tui na, uma corrente antiga da medicina chinesa que reequilibra o fluir da energia física através dos meridianos, melhora o fluxo sanguíneo, regula os órgãos, desbloqueia os tendões e fomenta o reposicionamento natural dos ossos. Os ingredientes dos óleos aromáticos naturais incluem a mirra, o incenso e a murta, bem como as propriedades anti-inflamatórias da alfazema. O tratamento com a duração de uma hora custa €70.


Shirley Emílio, proprietária do Crystal Cear Body and Skin Care Centre em Pêra, aconselha: «Utilizamos e temos os Kurland Oils.


A sua composição foi desenvolvida pela Haslauer, que também inventou o Soft-Pack System revolucionário. A empresa tem mais de 45 anos de experiência na produção de produtos naturais de grande qualidade. utilizamos estes óleos em massagens, em envolvimentos do corpo de sal esfoliante e em difusores de aromas para o aroma que impregna as nossas instalações. Há óleos para todas as ocasiões e disposições e são muito populares entre os nossos clientes.»


Os Kurland Oils incluem o «Sunny hot» refrescante, uma mistura de citronela, Ylang-Ylang e patchuli, e «Provence» que inclui azeite e óleos de pêra abacate, amêndoas com St Johns Wort e óleos essenciais de Ylang-Ylang, alfazema, rosmaninho, champanhe e rosas. 100 ml de óleo custam a partir dos €15.


No Vila Sol, uma massagem de aromaterapia inclui óleos essenciais, tais como o Ylang-Ylang, alfazema, bergamota, laranja doce e gengibre. Os preços deste tratamento começam nos €50.


O Programa de Bem-estar do Alma Verde Village and Spa desenvolveu a sua própria gama registada de óleos essenciais orgânicos em parceria com a Aromae, um fornecedor regional de produtos à base de óleos essenciais de qualidade de topo.


Os tratamentos com massagens Alma Verde utilizam óleos específicos que captam a essência das fragrâncias naturais algarvias.


Têm ainda uma gama de produtos feitos especialmente para homens e mulheres que incluem um óleo de rejuvenescimento único para tratamento do rosto baseado em óleo de esteva obtido localmente, conhecido pelas suas propriedades anti-envelhecimento que custa €17.44€ o frasco de 30ml, bem como um óleo de hortelã-pimenta fresca de protecção para os cuidados do cabelo que custa €15.54 o frasco de 100ml.


Numa altura em que todos procuramos tranquilidade, conforto e relaxamento, a aromoterapia é um refúgio bem vindo.

Sem comentários: