quinta-feira, 11 de março de 2010

Quais são as causas clínicas mais comuns de infertilidade Femenina?

Quais são as causas clínicas mais comuns de infertilidade Femenina?
Quando surgem problemas físicos no seio do sistema reprodutor femenino, estes podem dificultar a concepção.

Síndrome do óvario poliquístico (SOP)

Esta doença ocorre quando os ovários criam inúmeros quistos minúsculos na sua superficie. Estes contêm folículos ovulares que ainda não amadureceram convenientemente devido a um desiquilibrio hormonal complexo , o que faz com que a ovulação seja afectada e a fertilidade diminua bastante.
Os sintomas incluem pele oleosa , periodos irregulares ou inexistentes , aumento dos pelos faciais , aumento de peso (e dificuldade em perde-lo), dificuldade em engravidar e abortos espontâneos recorrentes . Se a sua mãe ou irmã tiveram/têm SOP , você poderá apresentar uma predisposição genética para a doença. As mulheres com excesso de peso também correm um risco elevado.
Se sofrer de SOP , poderá receber um tratamento hormonal para reequilibrar as suas hormonas e melhorar a ovulação . No entanto, se tiver excesso de peso , poderá constatar que a sua doença vai melhorar de forma significativa se se limitar a prder peso. Vise um programa lento de perda de peso implicando uma alimentação com um baixo IG (indice glicemico) que inclua bastantes hidratos de carbono complexos. Estes mantêm nivelados os seus níveis de açucar no sangue , baixam os níveis de glicose e também a produção de insulina a um nível correcto. As terapias complementares que aliviam o stresse, tais como o ioga , as tecnicas de relaxamento e a acupunctura, também podem ajudar a aumentar a fertilidade.

Endometriose

Este é um problema clínico altamente complexo que ocorre quando o tecido endometrial do revertimento do útero "migra" para outras partes da região pélvica , tais como os ovarios , as trompas de Falópio ,ou a bexiga. O tecido reage ás alterações hormonais e , por conseguinte, sangra ao mesmo que o seu periodo. Isto vai acabar por conduzir a cicatrizações e aderências. A endometrise é uma causa importante para o fracasso em conceber.
Os sintomas incluem graves cãinbrias mestruais , periodos longos e abundantes (incluem coágulos) e dor durante a relação sexual. Ter um membro directo da familia afectado com a doença também faz subir as hipoteses de contrai-la .
É possível engravidar se sofrer de endometrise ligeira , mas se a doença for moderada ou grave , talvez precise de algum tipo de tratamento médico (que pode incluir cirurgia) para melhorar as suas hipoteses de conceber. No entanto , alterações na sua alimentação também melhoram alguns dos sintomas e reduzem a gravidade da doença. Certas terapias complementares , incluindo acupunctura , também podem ajudar.

Fibróides (miomas)

Estes tumores benignos crescem na cavidade uterina dentro ou fora do útero. São muito comuns (pensa-se que cerca de 20 a 50 por cento das mulheres com idades entre os 35 e os 50 anos os tenham) e em muitos casos não prejudicam as hipoteses de uma mulher engravidar. Não causam sintomas , embora algumas mulheres cheguem a sentir dores , hemorragias abundantes ou irregulares e cãibras mestruais.
Os fibróides podem causar impacto na fertilidade se estiverem no exterior do útero , impedindo que a trompa de Falópio possa recolher um óvulo após a ovulação. Se eles crescem na parede do útero , podem interferir na capacidade do embrião em implantar-se no revestimento uterino. Os fibróides podem ser tratados com a medecina convencional , uma alimentação pobre em gorduras e rica em fibras também pode ajudar . (As celulas adiposas estimulam a produção de estrogénio, por isso reduzir a ingestão de gordura vai dimiuir os seus níveis dessa hormona). A acupunctura e a reflexologia também podem ajudar.

Uma interrupção da gravidez (aborto) anterior pode ter algum efeito?

Fiz uma DC, lsso reduz as minhas hipóteses de engravidar?

Está a tomar alguma medicação regular?

Sem comentários: